Anylinks - Soluções Criativas

A sua Parceira na Jornada Digital de sua MARCA.

Muito se fala na necessidade das empresas se adaptarem aos novos tempos promovendo mudanças em suas rotinas, incorporando novas tecnologias, ou seja, operando a sua Transformação Digital.

Mas o que é Transformação Digital?

Transformação Digital - Imagem de um Anjo Robótico

Transformação digital é o processo de transição e atualização experimentado pelas empresas e figuras públicas que passam a pesquisar, testar e incorporar novas tecnologias com o objetivo de promover melhorias de performance e qualidade em suas metodologias estruturais, operacionais e de relacionamento com clientes, colaboradores, parceiros, fornecedores e público em geral.

Dito isto, reflexões são necessárias, correto?

Estamos falando de uma revolução que está ocorrendo já faz um tempo. Pouco tempo? Muito tempo? É relativo já que estamos inseridos em um contexto em que tudo muda muito rápido e o tempo todo.

Faça uma reflexão. Você certamente já ouviu expressões do tipo:

“Nossa! Esse barzinho tem um ótimo ponto”.

Mas o que significa essa expressão?

Significa que o barzinho funciona em um local acessível onde muita gente circula e mais, muita gente que gosta de barzinhos e mais ainda, muita gente que gosta especificamente daquele tipo de barzinho. Simplesmente isso.

Na realidade atual tudo está mais amplo, os conceitos mudaram. As pessoas tem muita informação sobre tudo no momento que quiserem.

Quando você quer ir a algum lugar pela primeira vez você pode se informar, fazer uma pesquisa sobre o cardápio, atendimento, se o local oferece estacionamento, se cobra couvert, olhar as fotos e ver se aquele ambiente é o que você está procurando para aquele momento específico.

Mudamos a forma de fazer muita coisa nos últimos tempos. #Fato!

Hoje temos o poder de escolher ao alcance de nossas mãos e isso é transformador e impossível de ser ignorado.

Empresas de tecnologia se colocam sempre um passo a frente de todas as mudanças oferecendo ferramentas que automatizam todos os processos e facilitando todas as rotinas de transição e inserção digital. E isso ocorre cada vez mais rápido, como já dissemos.

Novas tecnologias são consideradas realmente novas até que outra venha substituí-las, e isso é frequente. Acontece diariamente em larga escala.

Transformação Digital - Tecnologias em Movimento

Para as empresas todas essas mudanças e novas tecnologias se refletem de maneira ainda mais evidente e clara. Muitas Marcas perdem espaço não acompanhando as novas tendências, outras praticamente nascem junto com elas e crescem muito aderindo a novas tecnologias e se atualizando constantemente.

Vários modelos de negócios já acabaram ou tiveram que se adaptar a isso. Pense nas revistas e jornais impressos, oficinas de consertos de determinados tipos de aparelhos que tornam-se descartáveis e obsoletos meses após o seu lançamento.

O tempo em que recorríamos as páginas amarelas sempre que queríamos encontrar um mecânico, técnico em ar condicionado, costureira, ou seja lá que tipo de serviço ou produto, não existe mais.

Hoje a quantidade de pesquisas feitas no Google por  minuto é insana, só pra citar um exemplo. Quando temos algum tipo de dúvida a primeira opção que nos ocorre são os sites de pesquisa. Compras, férias, cursos, reuniões de negócios, trabalhos escolares, mudanças, agendamento de consultas, resultados de exames médicos, delivery, cinema, televisão, rádio, relacionamentos, transporte, absolutamente tudo foi afetado pelas mudanças que a internet promoveu.

Transformação Digital - Notebook - Pesquisa no Google

E se você tem uma empresa, produto ou oferece um serviço considere estar na internet pois 40% de toda a população mundial está na Internet. Só no Brasil são mais de cem milhões de pessoas.

A forma como essas mudanças afetaram as empresas é evidente. Toda empresa precisa de clientes. E onde os clientes estão?

Sim, pesquisando nos buscadores alguma solução para os seus problemas, dúvidas e etc...

Pronto. Então a solução é ter um site na internet que os clientes vão pesquisar e irão encontrar o seu produto?

Não, não é. Isso é só o começo da transformação pois  são milhares de empresas na internet oferecendo milhares de produtos de todos os tipos, preços e etc...

Então como a pessoa que está interessada em seu serviço ou produto irá encontrá-lo?

A resposta para isso é bem simples e passa por entender como os Mecanismos de Busca funcionam pois de nada adianta estar presente em algum lugar se ninguém consegue encontrá-lo, não é verdade?

Os buscadores (Google, Yahoo, Bing, Ask, Yandex...) sempre irão mostrar para quem pesquisa a resposta que eles consideram a melhor e para atingir esse objetivo sofrem atualizações constantes.

Você pode pensar: Sim, mas o meu produto é o melhor do mercado, logo os buscadores deveriam oferecer o meu produto como resposta, certo?

Errado, pois os buscadores não tem como saber que o seu produto é o melhor do mercado a menos que você diga isto a eles.

Então agora piorou a situação, não é mesmo?  Como você vai fazer um programa entender que o seu produto é bom?

A reposta é produzindo conteúdo relevante que realmente esclareça as dúvidas da pessoa que está buscando esclarecimentos e publicando esse conteúdo de maneira que os buscadores consigam vizualizá-lo e interpretá-lo da melhor forma possível. Esse conceito em última análise vem a ser SEO (Search Engine Optimization) ou otimização para os mecanismos de busca que é justamente a aplicação de técnicas objetivando que o seu conteúdo seja melhor visualizado e interpretado e consequentemente encontrado por quem o pesquisa.

71% das pesquisas efetuadas não chegam a segunda página do Google

Isso significa que se o seu conteúdo não estiver otimizado "suas chances de ser encontrado são mínimas".

Quem trabalha com SEO sabe que o Google trabalha com mais de 200 fatores que são considerados relevantes para classificação dos sites.

Produzir conteúdo relevante a princípio pode parecer simples já que ninguém entende tanto do seu produto ou serviço quanto você mesmo não é verdade? Acontece que escrever para internet é um pouco diferente do que, por exemplo, fazer uma redação para o vestibular.

Novamente temos que entender a forma como os mecanismos de busca interpretam um bom conteúdo como tal.

Em primeiro lugar é essencial que ele seja relevante, que resolva o problema que está sendo pesquisado.

Veja esse exemplo:

Suponha que o seu produto seja, por exemplo, uma máquina de cortar grama inovadora, leve, eficiente, rápida e muito confortável. Quem compraria esse produto?

Empresas que vendem materiais de construção poderiam se interessar, por exemplo. Nesse caso sua empresa estaria vendendo o produto para outra empresa revender, ou seja, um modelo de negócios B2B (business-to- business) ou, de empresa para empresa. Então você teria que produzir conteúdo oferecendo soluções sobre possíveis formas de utilizar seu produto e suas vantagens, enfatizando a possibilidade de volume de vendas e lucratividade certas para o seu cliente ideal, no caso em questão o responsável pelo setor de compras da empresa de materiais de construção.

Outra possibilidade seria a venda direta ao consumidor final. Nesse caso o modelo seria B2C(business-to-customer) ou seja, de empresa para o consumidor,  e o conteúdo teria que ser produzido diretamente para essa persona.

Fica claro que para o segundo exemplo, o consumidor final, não importa o quanto o produto pode trazer de lucro pois ele não comprou para revender, comprou para usar. Parece óbvio mas serve para ter uma ideia do quanto é importante produzir conteúdo relevante para a persona certa, ou seja, se os buscadores entenderem que o seu conteúdo trata de usabilidade e praticidade do produto irão mostra-lo a quem pesquisar por esse assunto em específico. Por exemplo: “máquinas de cortar grama leves e fáceis de usar”. Conforme a imagem abaixo:

Transformação Digital - Pesquisa no Google - B2C

Já no primeiro exemplo o funcionário está buscando oportunidades de negócios lucrativos para a sua empresa  e sua busca tem outro contexto e sua pesquisa pode se parecer mais como a da imagem abaixo:

Transformação Digital - Pesquisa no Google - B2B

Esse pequeno exemplo pode parecer bobo e infantil mas deixa claro a importância da produção de conteúdo direcionada ao seu cliente ideal.

Pequenas confusões são muito mais comuns do que parecem quando falamos de identificar o cliente ideal (persona) e produzir conteúdo especificamente para resolver as suas dores.

Esclarecendo melhor a diferença de conceito de Persona em relação a Público-Alvo.

Persona é a representação do seu cliente ideal com a maior riqueza de detalhes possível obtida através de coleta de dados através de pesquisas ou formulários, landing pages(páginas de captura de dados), etc...

Transformação Digital - Gráfico Persona x Público-Alvo

Fica claro que a Persona, por oferecer uma maior riqueza de detalhes e dados lhe permite oferecer uma solução muito mais específica do que comparado ao público-alvo que é muito mais genérico.

Se utilizarmos nosso exemplo da máquina de cortar grama novamente, poderíamos dizer que se você produzir conteúdo genérico falando sobre seu produto poderia estar atraindo tanto o consumidor final quanto a empresa que irá revender seu produto e isso pode não ser de seu interesse.

Voltando a Transformação Digital fica claro que para estar onde seu cliente está, necessariamente sua empresa necessita estar presente na Internet e existem várias formas possíveis de estar presente:

  • Redes Sociais;
  • Fóruns, Sites, ou todas elas.

Talvez você não tenha percebido mas estamos falando de Inbound Marketing, Marketing de Conteúdo, Marketing Digital, SEO, todos se interligam e se completam dentro de uma estratégia que consiste em atrair clientes para o seu negócio através de produção de conteúdo relevante e conduzí-lo pela sua Jornada de Compra ou de contratação dos serviços que sua empresa oferece.

O que ocorre na maioria dos casos é que as empresas ao promoverem suas “Transformações Digitais”, se limitam a ter um site com um blog e produzem conteúdo relevante atraindo suas personas e deparam-se nesse estágio com uma série de outros problemas que precisam ser resolvidos se quiserem que efetivamente seu público do site acabe virando cliente.

É necessário então oferecer outros materiais ricos normalmente para download, vídeos educativos solicitando dados que serão necessários  para contatos futuros através de páginas de captura (Landing Pages) e estabelecer um relacionamento com esse público através do E-Mail Marketing até que o cliente esteja no estágio de compra.

Tudo fica mais simples depois de todos os dados coletados de promover uma boa segmentação da sua base e saber quem prefere o quê,  você pode passar os dados para a sua equipe de vendas fazer contato e fechar negócio.

Criar um site, hospedar, otimizar, produzir conteúdo, atrair, converter, relacionar e vender. Parece muito?

Reflita sobre como eram as relações no meio físico. Pense sobre como os clientes chegavam até o final de sua Jornada de Compra. Pense no tanto que era complicado garimpar clientes e agora, depois de tudo que falamos o cliente ideal bate a sua porta e se relaciona com sua Marca, e tudo isso ocorre de forma natural e por iniciativa dele, isso é Inbound.

O cliente tem a dúvida, abre o navegador, acessa um buscador, digita uma palavra-chave, visualiza seu link, acessa seu site, lê seu conteúdo  e recebe informações sobre quais as vantagens de contratar a sua empresa ou sobre como o seu produto oferece qualidades incomparáveis.

Todo esse processo oferece muitas vantagens em relação ao modelo antigo:

  • O valor do investimento é consideravelmente menor;
  • O relacionamento é mais duradouro;
  • As crises são mais fáceis de administrar;
  • E a melhor parte é que  tudo pode ser medido enquanto acontece. Sim essa é uma das maiores diferenças e a melhor vantagem, você sabe quem é seu cliente, como ele chegou até você, o tipo de interesse que o levou a optar pela sua marca, suas preferências, profissão, sexo e o que você precisar saber.

Lembre-se estamos falando de Transformação Digital ou seja, em uma análise final informação, e o que a internet oferece de mais precioso é isso, dados, milhares de dados sobre todos nós.

Concluindo, se sua marca souber interpretar de forma correta esses dados extraindo as informações que serão úteis para se relacionar com seus clientes sua transformação digital acaba de começar.

Transformação Digital - Gráfico Funil de Marketing Digital

Mas com uma grande quantidade de dados fica complicado organizar uma estratégia. Nesse ponto entra a outra etapa da Transformação que basicamente é a utilização correta das ferramentas úteis que você encontrará em abundância na web.

Ferramentas de Mensuração, de Gestão de Conteúdo, Mídias Sociais, Postagens, Plataformas de Gerenciamento de Marketing de Digital e E-Mail Marketing, Anúncios, Controle Financeiro, Relacionamento com seus Leads, Segmentação, Produção de Materiais Ricos (Design, PDFs, Infográficos, Vídeos, Webinars), Planejamento...

Acredite, tudo isso e muito mais está disponível na internet, ou seja, para promover a Transformação Digital de sua empresa você encontrará tudo que precisa na web.

Todos os processos podem ser automatizados, otimizados, agendados, planejados e mensurados com precisão e a recompensa será sem dúvida os resultados que sua Marca poderá colher.

Como vimos o processo de Transformação Digital envolve uma série de medidas que devem ser incorporadas as operações das empresas, como:

1 – Registro de Domínio;
2 – Hospedagem Web ;
3 - Desenvolvimento de site, blog (responsividade, escaneabilidade, experiência do usuário, SEO, palavra-chave);
4 – Marketing de Conteúdo – produção de conteúdo relevante direcionado a persona da Marca, SEO, materiais ricos;
5 – Presença nas Redes Sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Google+, Pinterest...);
6 – E-Mail Marketing – relacionamento e segmentação de Leads Gerados;
7 – Landing Pages – páginas de captura de leads;
8 – CRM - Customer Relationship Management" (Gestão de Relacionamento com o Cliente);
9 - Mídias Pagas – ADS, Adwords;
10 – Sistemas de Gestão Empresariais (ERP- Enterprise Resource Planning)
11 – Incorporação de Ferramentas Úteis (Gestão de Mídias Sociais, Planejamento, Produção Gráfica, Plataformas de Gerenciamento de Marketing Digital, Ferramentas de Mensuração de Resultados, Ferramentas de SEO, Ferramentas de Chat para Relacionamento e Captação de Leads).

Todas essas novas rotinas necessitam de um bom planejamento  e não é raro ver empresas envolvidas com rotinas de inbound marketing criando novos departamentos com o objetivo de absorver as demandas recentemente incorporadas.

Todo esse processo de Transformação Digital leva um certo tempo e demanda esforço, muito trabalho e dedicação de quem quer que esteja envolvido em qualquer de suas etapas mas garante maior segurança e permanência com relação aos resultados obtidos.

Isso significa que seus clientes serão mais fiéis e engajados do que no meio físico tornando-se influenciadores e promotores naturais da sua marca.

Além de todo o planejamento necessário já mencionado existem profissionais especialistas dedicados a cada área do processo aos quais você pode contratar e que poderão orientá-lo sobre como implementar cada passo em sua Jornada Digital.

Inicialmente recomendamos a contratação de uma Consultoria Web que proporcionará um ingresso da sua marca no ambiente digital de forma segura e planejada visando obter a melhor performance possível em toda a trajetória.

 

Se você está pensando em começar a elaborar o Projeto Web para sua Marca os materiais gratuitos abaixo podem lhe interessar:

Mail Marketing
Guia "GRÁTIS" de Projeto Web

  • Registro de Domínio
  • Hospedagem
  • Desenvolvimento
  • SEO
  • Publicação

Clique aqui

Blog
Guia "GRÁTIS" - Produção de Conteúdo

  • Palavras-chave
  • SEO
  • Revisão
  • Publicação
  • Métrica

Clique aqui

Mail Marketing
Guia "GRÁTIS" de Mail Marketing

  • 10 Dicas de Estrutura
  • 5 Dicas de Disparo
  • Boas Práticas
  • Mensuração
  • Lay Out

Clique aqui

Blog
Avaliação "GRÁTIS" do seu projeto web

  • Blog/Site
  • Redes Sociais
  • SEO
  • Conteúdo
  • Marketing Digital

Clique aqui